sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

SINAL DA CRUZ

SINAL DA CRUZ
O padre dirige-se aos fiéis fazendo o sinal da cruz. Essa expressão
"EM NOME DO PAI E DO FILHO E DO ESPÍRITO SANTO", tem um sentido bíblico.
Nome em sentido bíblico quer dizer a própria pessoa. Isto é iniciamos a Missa colocando a nossa vida e toda a nossa ação nas mãos da Santíssima Trindade.

O sinal da cruz significa que estamos na presença do Senhor e que compartilhamos de Sua autoridade e de Seu poder.

O Sinal da Cruz  é riquíssimo em significado. Por Ele expressamos três verdades ou dogmas fundamentais da nossa fé: o Dogma da Santíssima Trindade,
da Encarnação e da Morte de Jesus Cristo. Quando se diz: "em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo", você está proclamando o Mistério da Santíssima
Trindade. Quando você leva à testa a mão direita, dizendo: "Em nome do Pai" e desce com a mão na vertical e toca na altura do estômago continuando: "e do
Filho", você está indicando o mistério da Encarnação: o Filho de Deus desceu ao seio da virgem Maria. Depois, levando a mão direita para o ombro esquerdo
completando a cruz tocando o ombro direito, está se indicando a morte de Jesus na Cruz.
Na proclamação do Evangelho, aquele que proclama faz uma cruz com o polegar no livro dos evangelhos e três cruzes sobre si, na testa, na boca e no peito.
A assembleia também faz as três cruzes sobre si. A cruz na testa lembra que o Evangelho deve ser entendido, estudado, conhecido; a cruz nos lábios lembra
que o Evangelho deve ser proclamado, anunciado (missão de todo cristão); e a cruz no peito, à altura do coração, nos indica que o Evangelho, acima de tudo,
deve ser vivido, pregado e testemunhado. A piedade popular também explica que a cruz na testa é para nos livrar dos maus pensamentos; na boca, para nos
livrar das más palavras; e, no peito, para nos livrar das más ações

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...