segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Sacramento

SACRAMENTO DA PENITÊNCIA OU CONFISSÃO

Chama-se sacramento da Conversão, pois realiza-se sacramentalmente o convite de Jesus para o caminho de volta ao Pai, do qual a pessoa se afastou pelo pecado. Chama-se sacramento da Penitência porque consagra um esforço pessoal e eclesial de arrependimento e de satisfação do cristão pecador.
Chama-se sacramento da Confissão porque à declaração dos pecados diante do sacerdote Deus concede o perdão e a paz.
É também chamado de sacramento da Reconciliação porque dá ao pecador o amor de Deus que reconcilia: "Reconciliai-vos com Deus" (2Cor 5,20).
Quem vive do amor misericordioso de Deus, está pronto a responder ao apelo do Senhor: "Vai primeiro reconciliar-te com teu irmão" (Mt 5,24).
É no sacramento do perdão que Deus reconhece nossas falhas, nossa limitação, mas reconhece também nossa boa vontade. Jesus disse: "Eu detesto o pecado mas amo o pecador".
O próprio Cristo no dia da Ressurreição (Domingo de Páscoa) conferiu aos apóstolos o poder de perdoar os pecados: "Recebei o Espírito Santo, aqueles a quem perdoardes os pecados ser-lhes-ão perdoados; e aqueles aos quais não perdoardes ser-lhes-ão retidos" (Jo 20, 21-23).
Devemos contar todos os nossos pecados ao padre para receber o perdão, pois com isso nos restitui a vida na graça e nos dá novo vigor para não mais pecar.

LER Jo 20, 21-23
Jesus transmitiu aos apóstolos o poder e a missão de continuar perdoando e devolvendo a paz e a reconciliação às pessoas e à comunidade. Os padres, sucessores dos apóstolos, têm a missão e o poder de perdoar os pecados. E, quando confessamos, podemos ficar em paz, com a certeza de que Deus nos deu o seu perdão.

LER Mt 13,24-30. O que é para você o Trigo? E o Joio?
Vencer o mal com o bem é um desafio para todos nós. Vamos ler Rm12,9-21 e descobrir o que São Paulo nos diz.

VAMOS LER Lc 15,11-24 - Jesus veio revelar o grande amor que o Pai tem por nós. Jesus nos deu a certeza de que Deus é o Pai que nos ama e nos perdoa sempre, mesmo quando nos afastamos Dele.

O pecado é o rompimento de nossa amizade com Deus. Mas, Deus está sempre a nossa espera, para nos receber de braços abertos, com muito carinho, quando voltamos arrependidos e desejosos de corrigir o nosso erro, como vimos na história.

Veja o que Jesus disse aos fariseus e a alguns pecadores:
“Quem diz que ama a Deus, ame também seu irmão.” “Quem quiser ser perdoado, perdoe.” “Não julgue e não será julgado.” “Quem não tiver pecado, atire a primeira pedra.”“Vá em paz e não peque mais.”

A conversão é resultado de uma escolha pessoal. Vamos ler Lc 19,1-10
O que Zaqueu fez para corrigir seus erros?

A Igreja celebra o perdão no Sacramento da Reconciliação (da Penitência ou da Confissão).
O perdão é a cura de um mal que impede a pessoa de ser feliz. Pelo Sacramento da Reconciliação voltamos a participar da comunidade, da família de Deus, da Igreja.

Há 2 tipos de confissão:
- Confissão individual: o pecador fica a sós com o padre e confessa seus pecados
- Confissão comunitária: várias pessoas juntas fazem um exame de consciência conduzido pelo padre, na igreja. Se o pecador sentir necessidade, faz em seguida a confissão individual.

Precisamos nos preparar para receber o Sacramento da Reconciliação, refletindo e rezando:
- 1º momento: EXAME DE CONSCIÊNCIA
Diante de Deus: Tenho qualidades ou dons.
De que maneira eu uso cada uma dessas qualidades para crescer como filho de Deus?
Diante de mim mesmo: Que filho estou sendo para Deus?
Como eu demonstro meu amor por Deus? Eu converso com Ele? Onde? Quando?
Diante dos irmãos: Que necessidades eu tenho percebido: de meus irmãos? Da comunidade?
O que tenho feito para ajudar?
- 2º momento: ARREPENDIMENTO: É o pedido de perdão a Deus, pensando no mal que causou a si próprio e aos outros. Este é o momento de rezar pedindo perdão.
- 3º momento: PROPÓSITO: É a promessa, diante de Deus, de que vai mudar de vida, se afastando daquilo que te leva a pecar.
- 4º momento: CONFISSÃO: É o encontro com o padre, confessando as falhas que cometeu, rezando o ato de contrição e recebendo, do padre, a absolvição ou perdão, e a penitência que poderá ser oração ou boa ação.
- 5º momento: SATISFAÇÃO: Neste momento, rezamos as orações recomendadas pelo padre, agradecendo o perdão e pedindo a Deus para permanecer na sua amizade.

O SACRAMENTO DA PENITÊNCIA OU CONFISSÃO

É o sacramento do perdão e da misericórdia de Cristo. É também conhecido como o “sacramento da volta”, retratado na parábola do filho pródigo, onde o filho reconhece o erro e retorna humildemente à casa paterna, e o Pai misericordioso o acolhe com tanto amor.
A confissão é o sacramento pelo qual o sacerdote, como ministro de Deus, perdoa os pecados, se o penitente deles se arrepender de coração, os confessar sinceramente com o propósito de mudar de vida.


PARA SE FAZER UMA BOA CONFISSÃO É NECESSÁRIO:

1º- Exame de consciência.
2º- Arrependimento sincero dos pecados cometidos.
3º- Propósito de não mais pecar.
4º- Confessar e acusar os pecados cometidos.
5º- Cumprir a penitência dada pelo sacerdote.

COMO SE CONFESSA?
1º- Ao aproximar-se do padre para confessar o cumprimentamos e fazemos o sinal da cruz.
2º- O padre nos acolhe e faz uma oração.
3º- E nós dizemos: Padre, eu pequei, me arrependi e peço perdão. Os meus pecados são:...
4º- O padre nos aconselha dizendo o que devemos fazer para mudar de vida, e nos pede para cumprir uma penitência que pode ser uma oração ou uma boa ação.
5º- O padre nos pede para rezar o ato de contrição.
6º- O padre faz uma oração impondo as mãos sobre nossa cabeça e diz: Eu te absolvo dos teus pecados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
7º- E nós respondemos: Amém. Muito obrigado.

DICAS PARA SE FAZER EXAME DE CONSCIÊNCIA.
• Coloco Deus em primeiro lugar em minha vida?
• Sei agradecer por tudo de bom que me acontece na vida ou me lembro de Deus somente nas horas difíceis?
• Culpo Deus por tudo de ruim que me acontece ou reconheço minhas fraquezas?
• Tenho preguiça ou vergonha de ir à missa e participar das coisas da igreja?
• Sou paciente e compreensivo com as pessoas que convivem comigo ou brigo por qualquer coisa?
• Sou motivo de alegria ou de desgosto para os meus pais?
• Sei respeitar o meu corpo e de meus semelhantes como templo e morada de Deus?
• Tenho vícios que prejudicam a mim e àqueles que convivem comigo?
• Levanto falso testemunho sem me importar se estou ou não prejudicando moralmente as pessoas?
• Tenho inveja da felicidade alheia?
• Já pratiquei aborto, estupro, pedofilia, roubo, adultério, tentativa de suicídio ou homicídio, prostituição, ou qualquer outro tipo de violência contra a vida humana?
• Sei perdoar as ofensas de meus irmãos e pedir perdão quando ofendo alguém, ou sou uma pessoa rancorosa e sem humildade?
• Estou realmente disposto a mudar de vida após receber este sacramento?
• Tenho consciência da minha responsabilidade diante do sacramento da confissão ou ainda não estou preparado para recebê-lo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...