quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Triduo de Madre Clélia

Triduo para celebrar a Serva de Deus Madre Clélia

Tema Central:Madre Clélia um raio
 de paz na vida da Apostola!
1º DIA: Madre Clélia e sua paz interior

Símbolo: Quadro de Madre Clélia e a bandeira da paz

Dirigente: Irmãs! O primeiro passo para experimentar a paz e a serenidade é assumir a responsabilidade de eliminar o negativo e o desperdício que nos roubam a paz. A paz começa no nosso eu, se estende à nossa comunidade religiosa e a todos os nossos relacionamentos, à maneira como interagimos com o meio ambiente e a natureza em geral.

Voz 1: Deixo':vos a Mantra: Tenho um Deus em mim, conseqüentemente sou um templo.

Todas: Tenho um Deus em mim. Tenho um Deus em mim, conseqüentemente sou um templo. Tenho o Deus da Paz. (3 x)

Voz 2: Todas nós sentimos a paz que queremos viver e ver como sonhou Madre Clélia.

Voz 3: Quando vivemos a paz no nosso interior, podemos sentir que a paz não é uma utopia, mas uma realidade.

Voz 1: Senhor Jesus, em qualquer situação em que me encontrar, a tua lembrança desperte em mim a tua paz.

Todas: Amém.

Voz 2: Madre Clélia nos lembra que devemos ser senhoras dos nossos pensamentos, sentimentos, ações e das respostas que damos às situações que se apresentam a nós e sobre as quais não temos controle, continuaremos a ser vítimas do ódio e do rancor.

Voz 3: Tudo nos vem de Deus. E tudo o que nos vem de Deus é graça. É benevolência, gratuidade, amor. A percepção e a consciência desta verdade produzem em nós a paz e serenidade... .

Dirigente: Paz! Dou-vos a minha paz. Não se perturbe nem se atemorize o vosso coração (Jo 14,27). Eu vos disse estas coisas para terdes paz em mim. (Jo 16,33)

CANTO ANTES DA PROCLAMAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS (a escolha)

PALAVRA DE DEUS: Lc 2,14; Is 9,5; Jo20,19-26; GI5,22

PALAVRAS DA MADRE: 236

Oração da Confiança: Manual de Oração - pág,136 ou pág. 140

CANTO FINAL (a escolha)

APOSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS
Província de São Paulo e Vice-Província Centro-Norte do Brasil


2° DIA: UMA CONVIVÊNCIA DE PAZ EM NOSSA COMUNIDADE

Símbolo - Ceia Eucarística

Dirigente: Queridas irmãs, a paz e a concórdia com todas constituem um compromisso fraterno da Consagração Religiosa a Deus.
Mantra: Onde reina o amor, fraterno amor, Deus aí está. (3x)

Voz 1: Viver, então, em paz com as pessoas é integrar-se harmonicamente com as diversidades legítimas, sem preconceito contra os diferentes e buscar incansavelmente a vontade de diálogo.

Voz 2: Convencer-se de que a intolerância recusa em admitir possíveis opiniões divergentes. A intolerância nos toma incapazes de condescender, ceder e chegar a um acordo. Portanto, procuremos relações que constroem positivamente a paz na comunidade, na sociedade, na natureza.

Voz 3: Paz é anunciar e viver a graça da Concórdia umas para com as outras. Na Vida Religiosa, especialmente, porque a escuta de Deus se dá, de modo individual e comunitário.

Canto: (a escolha)

Voz 1: . A Comunidade Apostólica é uma forma típica e carismática da vida cristã. É na Comunidade que os carismas pessoais são reconhecidos e ordenados à missão comum.

Voz 2: É por ela que se descobre a vontade de Deus nos sinais dos tempos e se concretiza o Carisma do Instituto e se faz possível a sua realização. Para nós, Apóstolas, o único amor que nos faz verdadeiramente felizes é aquele que se exprime por meio de um progresso espiritual realizado em Comunidade: viver, acolher e conviver são atos de amor e de paz.

Voz 3: Senhor Jesus, põe o perdão em nosso coração. Toma-o reto, puro, tão vazio de si que possas, com gosto, nele habitar. Aumenta, também, nossa vontade de crescer no serviço e no amor aos irmãos. TODAS: Amém!

Canto antes da proclamação da Palavra de Deus: Tg3,13-18 ou 1Pd3,8-12

Partilha da Palavra de Deus

PALAVRAS DA MADRE: 349

Oração da Confiança: Manual de Oração -pág.136 ou pág. 140

Canto (a escolha)

3° DIA: CORAÇÃO DE JESUS NOSSA PAZ E RECONCILIAÇÃO
Símbolo - Quadro do Sagrado Coração de Jesus

Dirigente: Irmãs: O Sagrado Coração de Jesus é fonte de Paz, de harmonia e de reconciliação. Filhas religadas a todos e a tudo com a fonte originária de onde promana toda paz. "Paz a vós. Recebei o Espírito Santo. Aqueles a quem perdoardes os pecados... " (Jo 20, 19.22-23).

Voz 1: O pecado corrói a pessoa em seu íntimo. Ataca a contextura da Vida Comunitária. Envenena as relações. Rompe a comunhão, a paz é harmonia com Deus.

Voz 2: Busquemos a reconciliação na cruz de Jesus. Paz, dom específico de Cristo ressuscitado, dádiva de Jesus glorificado.

Voz 3: Pela reconciliação, re-nascemos, nascemos de novo, de Deus. Nascemos do alto, não de critérios biológicos ou sociológicos, mas de uma geração sacramental e divina pelo Espírito entregue por Jesus quando elevado na cruz. Jesus nos deu a plenitude da vida dando plenamente a sua vida por nós. Disto resulta uma realidade profunda: a paz com Deus.

Canto: (a escolha)

Voz 1: Toda a Vida Comunitária se fundamenta nesta radical experiência do perdão misericordioso e antecedente de Deus. É o coração o centro nuclear da salvação cristã. Sempre iniciativa de Deus que se antecipa e transforma a nossa atormentada busca de respostas às necessidades fundamentais na decisão alegre do retorno a casa (Lc 15,17-20).

Voz 2: João Paulo II escreve firme e mansamente:

Voz 3: Nenhum processo de paz entre os homens, e destes com Deus será equacionado sem que amadureça nas pessoas uma atitude de sincero perdão. Sem perdão, as feridas continuam sangrando e o ódio se avolumando. O perdão oferecido e aceito é a premissa indispensável para uma paz autêntica e estável [AAS 89 (1997) 1911].

Canto antes da proclamação da Palavra de Deus: Ef2 16-17; Cl1,20; Mt 11,28

PALAVRAS DA MADRE: 237

Oração de Confiança: Manual de Oração - pág.13 6 ou pág. 140

Canto: (a escolha)
Fonte: IASCJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...