quinta-feira, 28 de março de 2013

Semana Santa – A semana do Amor

A semana na qual dedicamos grande parte do nosso tempo para a oração, para a adoração, para vivermos um encontro mais intimo com Deus. A semana na qual trabalhamos menos, deixando um pouco de lado as coisas desse mundo, para dedicarmos mais tempo para as coisas do outro mundo.
A semana santa pode ser definida como a semana do amor, da entrega total de Jesus pela humanidade. Toda ela é tomada por esse amor sem limites, de um Deus que nos ama profundamente, a ponto de morrer e dar a vida por nós, para nos salvar.
Na quinta-feira santa, Jesus demonstra o seu grande amor pela humanidade, através daquele gesto máximo do lava-pés. Ele não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos. O grande legado, a herança que Jesus nos deixa, é amar como ele nos amor. Prova de amor maior não há, do que dar a vida pelo irmão, é o que nós vamos cantar e repetir nesse dia.
Nesse dia, celebramos a instituição da eucaristia e do sacerdócio. Jesus quis permanecer em nosso meio, através da santa eucaristia, quando na última ceia repartiu o pão e o deu aos seus discípulos; tomou o cálice com vinho, e também o entregou aos seus. Todas as vezes que fizerdes isso, fazei-o em memória de mim, disse Jesus.
Na sexta-feira santa, o amor de Deus por nós se dá plenamente, morrendo na cruz para nos salvar. A cruz é o maior sinal do quanto Deus nos ama, pois só pode dar a vida aquele que ama profundamente. Um amor doação total, entrega plena, para nos resgatar e nos salvar dos nossos pecados.
Ao adorarmos a cruz, somos convidados a fazer a mesma coisa, dar a vida pelos irmãos. O grande sentido da nossa vida é amar, pois nascemos para amar e ser amados. Fora disso, a nossa vida torna-se fria, insossa, sem vibração e sem entusiasmo.
No sábado santo, celebramos a vigília daquilo que está por acontecer, como prova máxima do quanto Deus nos ama. Ele morreu, deu a vida por nós, mas não permanecerá morto para sempre, pelo contrário, ele vai ressuscitar e permanecer eternamente em nosso meio.
Na noite da vigília, abençoamos o fogo, assim como o círio pascal e renovamos a nossa vida. É uma celebração muito bonita, que nem sempre é bem compreendida pelos cristãos. Nessa noite celebramos a passagem da morte para a vida; das trevas para a luz; da derrota para a vitória. 
E no domingo, somos convidados a participar com muita alegria a ressurreição do Senhor, e a sua permanência para sempre em nosso meio. Depois de termos vivido o tríduo pascal, vivenciamos o maior acontecimento na história da humanidade: a ressurreição, a vitória da vida sobre a morte.
A semana santa é a semana do amor, e nos convida a renovarmos o nosso compromisso de cristãos, que recebemos no dia do nosso batismo de fazermos da nossa vida uma entrega em prol dos irmãos.
A essência da vida é o amor, e é isso que Cristo quer nos ensinar durante essa semana santa. Quem não ama, quem não se doa pelo outro, quem não encontra tempo para a comunidade, quem vive fechado em seu mundo, de modo egoísta e individualista, ainda não aprendeu a viver o essencial da sua existência. Pode até ter tudo aquilo que se refere ao mundo econômico, mas não é feliz e realizado em sua vida.
Vamos na quinta aprender a servir; na sexta, vamos adorar a Jesus e renovar o nosso compromisso de amor e doação em prol dos irmãos; no sábado, em vigília, vamos alegres acolher a ressurreição do Senhor. E assim, a Páscoa será um dia especial, cheio de vida, de alegria e muita esperança. Ótima semana santa para todos.
Dr. Pe. André Marmilicz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...