quarta-feira, 6 de março de 2013

GFASC - GRANDE FAMÍLIA DO SAGRADO CORAÇÃO

GFASC –Reflexão 4 - Ano 3
 “Irradiar nas diferentes culturas o amor do Coração de Jesus com a PALAVRA  e com UM ALEGRE TESTEMUNHO  de vida, para ser “ICONE” credível  da beleza de Deus”


Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra, de todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo,Filho Unigênito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, luz da luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todasas coisas foram feitas. E, por nós, homens, epara a nossa salvação, desceu dos céus: eencarnou pelo Espírito Santo, no seio da VirgemMaria, e se fez homem. Também por nós foicrucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foisepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conformeas escrituras; E subiu aos céus, onde está sentadoà direita do Pai. E de novo há de vir, em suaglória, para julgar os vivos e os mortos; e o seureino não terá fim.

JESUS HOMEM COMO NÓS
 

Lendo os Evangelhos, vemos que o mais óbvio da personalidade de Jesus é a verdade, a autenticidade. Jesus era um homem como nós e viveu numa família humana. Entendemos isto especialmente nos Evangelhos de Mateus e Lucas, que contam histórias sobre sua infância e através de sua "árvore genealógica".

Ele não fingiu ser um homem. Ele vivia completamente enraizado na sociedade e na cultura e falava a linguagem do seu tempo. Se pensarmos nas parábolas, que muitas vezes desenham imagens e situações da vida real, percebemos que a sociedade da época era compostapor juízes pouco capazes de fazer Justiça; proprietários afastados de suas terras; pessoas religiosas orgulhosas de suas virtudes; mulheres de má fama...

Jesus foi um homem completo e equilibrado. Ele experimentou em sua pele todos os sentimentos humanos de alegria (Lc 10:21), mas também de tristeza (Mc 3:5), além do medo e da ansiedade (Mc 14:33). Estas páginas dos Evangelhos devem ser lidas lentamente para identificar quanta riqueza há no ser humano na qual não prestamos muita atenção.



O HOMEM JESUS: UM MISTÉRIO PARA DESCOBRIR
 



A primeira coisaque precisamos fazer quandolemosas páginas doEvangelhoé descobrir averdadeira e profunda humanidade de Jesus e encontrar nele umirmão e um amigoexigente.A humanidade deJesus é comoum tesouro precioso: se o abrirmos,descobriremoso mistério profundode sua pessoa.É um poucoa mesma descobertado Apóstolo Pedro que um dia afirmou:“Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo.” (Mt 16:16).
Esta constataçãonão é apenaso resultadodo esforço humano,mas também éum dom de Deus.De fato,Jesus disse:“Você é feliz, Simão, filho de Jonas, porque não foi um ser humano que lhe revelou isso, mas o meu Pai que está no céu.” (Mt 16,17).Jesus ainda perguntou aos seus discípulos: "Quem dizem os homensser o Filhodo homem?” (Mt 16,13).

As respostas aessas perguntas,ontem como hoje,são muitas e variadas. As respostas podemser interessantes,instrutivas eestimulantes.Masnenhum de nós podedelegar a outrosesta resposta. Esta é uma pergunta que é precisoresponderna primeira pessoa, assumindo as nossas responsabilidades.

Na realidade, o mistério do homem só no mistério do Verbo encarnado se esclarece verdadeiramente. Adão, o primeiro homem, era efetivamente figura do futuro, isto é, de Cristo Senhor. Cristo, novo Adão, na própria revelação do mistério do Pai e do seu amor, revela o homem a si mesmo e descobre-lhe a sua vocação sublime. Não é por isso de admirar que as verdades acima ditas tenham n'Ele a sua fonte e n'Ele atinjam a plenitude.[Gaudium et spes, 22].


JESUS DE NAZARÉ,O SALVADOR
 






Os Anjos anunciam aos pastores o nascimento do Salvador. (Lc 2,11);
A Samaritana, após seu extraordinário encontro com Jesus, corre para fazer o anúncio aos seus concidadãos, muitos dos quais se tornam crentes (Jo 4,42). O apóstolo Pedro, diante do Sinédrio de Jerusalém, esclarece o significadoda salvação que vem da morte e ressurreição de Jesus (Atos 5,31). É também uma declaração especial de Jesus (Mt 20:28, Mc 10:45) em que vale a pena refletir. Com esta declaração, Jesus interpreta toda a sua vida como um serviço aos homens.  Isto foi inédito para os judeus que achavam que um Messias não poderia ser servo. Jesus preferiu o caminho do serviço e sua morte é o ponto culminante deste serviço. O Evangelho de João mostrando os milagres de Jesus ajuda-nos a compreender de forma concreta e muito perto de nossa experiência diária, que Ele é o Salvador. Ele age em uma festa que termina por falta de vinho, uma doença mortal, paralisia sem remédio, uma súbita falta de alimentos, uma desgraça incurável, um túmulo que já está selado, etc. A aparição aos discípulos após a ressurreição e os anúncios de libertaçãoe paz, vem de encontro a todos nossos desejos e expectativas.


A MORTE DE JESUS MUDOU A NOSSA HISTÓRIA


Jesus não sofreua morte comoum fim trágico, nem se limita aaceitar passivamenteisto como uma consequêncianecessária de umavida vividaaté o fim nafidelidade,como se fosse ummártir. As palavras de Jesusna Última Ceiam, mostram que algo além identificasua morte.Temos de ter cuidadopara não reduzirmos aredenção de Jesusaum bom exemplo oua um simples gestode solidariedade para comnós homens.Jesus éredentor, porque sua morte e ressurreiçãooperam algo em nós, mudam a nossa situaçãodiante de Deus.

Madre Clélia

“Procura ser boa como Jesus, nos teus sentimentos, atos e palavras.” (PM 411)

“... pedirei a Jesusque te encha plenamente de sua santa graça, te dê coragem, aclare tua mente por meio de um raio de luz divina; mas, acima de tudo, te torne um grande santo.” (PM 41)

“ Devo fortificar meu coração, consagrar-me ao único necessário, ao fim, servindo-me de todos os meios que Deus quer, alegre e contente com eles.” (PM 450)

“Recolhe-te e escuta o que interiormente te dirá o Senhor. Deus quer estar somente contigo, porque quer falar-te ao coração.” (PM 438)

“Se tivéssemos mais fé, e desejo sincero de nos unir a Jesus e segui-lo, a Igreja, onde Ele habita, seria o lugar de nossa mais caras delícias, e aos pés do Santo Tabernáculo passaríamos as horas mais belas da vida.” (PM 408).

“Não te perturbes, se às vezes o amor te importuna; não te afastes da cruz, mas volta-te para a oração, e persevera na humildade.” (PM 395).

“Jesus quer que eu creia sem entender e sem querer entender.” (PM 525).
Vivência

Ø       Percebo que é possível conhecer Jesus através da leitura dos Evangelhos? Empenho-me para crescer em um relacionamento vivo de amizade com Ele em oração?
Ø       Compare o seu jeito de ser pessoa com o modelo humano proposto por Jesus.
Ø       Quem te "salva" do erro, do egoísmo e de toda forma de pecado? Somente os seus esforços e sua maneira de pensar?
Ø       Você acha que é uma boa pessoa, "perfeita", que não precisa do perdão de ninguém?
Ø       Quando você faz a experiência da doença, da dor e da morte, como você reage?
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
“Deixa-me, ó Jesus, teu amor:... é tudo o que eu quero; tudo o mais para mim é nada; mesmo a própria imortalidade da alma, para mim seria nada, se me sentisse sem teu amor, pois que preferiria ser aniquilada já desde este momento, antes que perder a esperança de ser amada por ti.” (Madre Clélia,PM 498)



Envie sua reflexão. Com certeza sua partilha ajudará outros a descobrirem a Beleza de Deus.
Grande Família do Sagrado Coração –Av. Visconde de Guarapuava,4747, 80.240-010 Curitiba PR
Tel: (41) 8418-2548: e-mail:gfascpr@gmail.com; http://gfascpr.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...