segunda-feira, 18 de março de 2013

Confissão

"Lavai-vos, purificai-vos! Tirai vossas más ações de diante de meus olhos.
Cessai de fazer o mal, aprendei a fazer o bem...

Se vossos pecados forem escarlates, se tornarão brancos como a neve!
Se forem vermelhos como a púrpura, ficarão brancos como a lã!"
(Is. 1,16-18)
Em preparação à confissão consideremos: Os mandamentos da Lei de Deus,
Os mandamentos da Igreja, as bem -aventuranças....
e tudo o mais que envolve nossa vivência no mundo atual
Deus vai pedir conta do que fizemos com nossos bens, talentos e tecnologias
Jesus deus-nos o exemplo e deixou uma síntese dos mandamentos:
"Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos".
Que Deus tenha um lugar muito especial em nossa vida!
*
 
 
 
Confesse bem!
 
A confissão é o sacramento da misericórdia de DEUS, é a festa do pecador arrependido.
 
"Aqueles que se aproximam do sacramento da penitência obtêm da misericórdia divina o perdão
da ofensa feita a Deus e ao mesmo tempo são reconciliados com a Igreja que feriram pecando
e a qual colabora para sua conversão com caridade, exemplo e orações."
 
 
Como confessar-se?
 
Antes de procurar o sacerdote devemos fazer uma
meditação consciente e compenetrada, de todos os pecados que cometemos
desde a última confissão, até naquela data.
 
O que é exame de consciência?
 
 E
xame de consciência significa fazer uma boa revisão de vida, à luz do Divino Espírito Santo,
penetrando até no profundo da alma, sem esconder nada. É como ficar nu diante de si mesmo,
e mostrar-se a Deus sem fingimentos ou justificativas.
 
 
Aproximando-se do Sacerdote, faz o sinal-da-cruz. Então pode iniciar a confissão
dizendo: "abençoa-me Padre, eu pequei."
 
Em seguida diz com a maior precisão possível o tempo transcorrido desde a última confissão,
seu estado de vida ( celibatário, casado, viúvo, estudante, consagrado, noivo ou namorado...)
e se cumpriu a penitência recebida na última confissão.
 
Pode ainda levar ao conhecimento do confessor os acontecimentos nos quais se sentiu
particularmente perto de Deus, os progressos feitos na vida espiritual...
 
Segue-se a confissão dos pecados, com simplicidade e humildade, expondo os fatos
que são transgressões da lei de Deus e que intensamente pesam na consciência.
 
É difícil saber se o pecado é leve ou grave, portanto não importa, confesse todos os pecados
de que tiver consciência no, momento da confissão.
 
 
Por que confessar-se?
 
Ame a Confissão! Sem ela não há cura possível.
 
Deus jamais irá abandonar ou deixar de atender a um coração contrito e humilhado.
 
Agora dispõe-se a acolher os conselhos e advertências do confessor aceitando a penitência proposta.
 
O penitente despede-se do sacerdote respondendo à sua saudação e permanece
um pouco na Igreja agradecendo ao Senhor. 
 
Neste momento reza-se o ato de contrição, ou faz uma pequena oração de arrependimento:
 
"Meu Deus, eu me arrependo de todo o meu coração de Vos ter ofendido
e procurarei nunca mais tornar a pecar.
Meu Jesus, perdão e misericórdia."
 
Não quero mais pecar!
 
 
(Texto retirado do livro: Confessar-se: Como? Por quê?)
Editora Canção Nova e Edições Loyola
(Em conformidade com o CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA) 
 
"Ele carregou nossos pecados em seu corpo...
Por suas chagas fomos curados"
(1 Pe 2,24)
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...