sexta-feira, 12 de julho de 2013

Homilia Dominical - 14 de julho de 2013

 Quem é seu Próximo?

Todos nós desejamos com segurança a Vida eterna.
Mas qual é o CAMINHO para conquistá-la.
As leituras bíblicas respondem: no amor a Deus e aos outros.

Na 1a leitura, MOISÉS convida o Povo a aderir aos MANDAMENTOS:
"Ouve a voz do Senhor, teu Deus, e observa todos os seus Mandamentos".
E acrescenta: "Esta lei não está acima de tuas forças... pelo contrário,
ela está bem perto de ti, está em tua boca e em teu CORAÇÃO" (Dt 30,10-14)

Os Mandamentos de Deus não são uma coleção de prescrições impostas,
que tolhem a nossa liberdade e prejudicam a nossa realização pessoal.
Pelo contrário, correspondem aos anseios profundos da pessoa humana,
são o caminho seguro, que nos conduz à Felicidade eterna desejada.
E Deus inscreveu esses preceitos em nosso próprio coração.

A 2ª Leitura mostra Cristo como o centro de toda a criação. (Cl 1,15-20)
É um hino cristológico, em que Paulo apresenta Cristo
como "imagem do Deus invisível" e o "primogênito de toda a criatura".

No Evangelho, CRISTO aponta o caminho da vida eterna,
respondendo a duas perguntas de um Mestre da Lei: (Lc 10,25-37)

1. "Que devo fazer para alcançar a vida eterna"?
- Jesus o questiona: "O que diz a Lei?"
- Ele resume os 613 preceitos em dois:
  o Amor a Deus e o Amor ao Próximo... (Dt 6,5; Lev 19,18)
- Jesus concorda: "Respondeste bem... FAZE isto e viverás".
- E ele insiste com a segunda pergunta:

2. "E quem é o meu próximo?"
Na época de Jesus, "próximo" era o membro do Povo de Deus;
excluíam os inimigos, os pecadores e os não praticantes...
Jesus responde não com uma definição, mas com um exemplo prático...
com a maravilhosa Parábola do BOM SAMARITANO...

- Um homem é assaltado por ladrões...
  que o deixam jogado meio morto à margem da estrada.
- Ali passa um SACERDOTE, que sabe tudo sobre a Lei:
  vê o homem jogado, mas vai adiante.
- Passa também um LEVITA, que trabalha diariamente no templo,
  mas não sabe nada de Deus: não tem misericórdia para aquele homem.
  Vê o homem e vai em frente...
- Passa também um "SAMARITANO" que não sabia tão bem a Lei de Moisés.
  Esse "pagão" sente "compaixão" (sentimento próprio de Deus).
  Supera a hostilidade entre judeus e samaritanos,
  esquece seus negócios, seus compromissos, seu cansaço, o medo...
   "Aproxima-se dele, derrama óleo e vinho nas feridas.
    Depois o coloca em seu animal e completa os cuidados na pensão".
- E Jesus concluiu: "Vai e faze tu o mesmo".

A Parábola nos diz que...

- A "Vida eterna" é encontrada no Amor a Deus,
  concretizado no Amor ao Próximo.
  Para ter a vida devemos fazer de quem está perto de nós o nosso próximo.
  PRÓXIMO é todo irmão, que necessita de nossa ajuda e de nosso amor.

- Mais importante do que saber quem é o "próximo",
  é tornar-se próximo de quem precisa...
  PRÓXIMO é quem age com misericórdia e compaixão...
  Cristo foi o verdadeiro Bom Samaritano, que antes de ensinar a Parábola
  a fez realidade em sua vida acolhendo a todos.
  E ele nos convida: "Vai e faze tu o mesmo..."
  Esse gesto é um aspecto fundamental da missão da Igreja.

* A Parábola propõe Três PASSOS para realizar o amor misericordioso:
   Ver, Ter compaixão e Agir...

+ Quem é o nosso Próximo, HOJE?
   Só os amigos, os familiares? Os que nos ajudam? Gente do nosso grupo?

* Ainda hoje, há pessoas à beira das estradas,
   assaltadas pela violência ou opressão... precisando de nossa ajuda...

- Qual é a nossa atitude para com elas?

* A do Sacerdote e do Levita, que olharam o 'coitado' e passaram à frente,
   porque não tinham tempo, deviam cuidar dos seus trabalhos?

* Ou a figura simpática do Bom Samaritano,
   que mesmo estando de viagem, soube parar... e oferecer a esse coitado
   aquilo que estava ao seu alcance, para  suavizar a sua situação?  

- E nós, que aqui estamos reunidos nessa celebração
  para fortalecer a nossa fé e o nosso amor,
  sabemos quem é o nosso próximo? Qual é o seu nome?

- Reconhecemos de fato a presença de Cristo nas pessoas
  que encontramos ao longo dos caminhos do mundo?
  Ou preferimos não perder tempo e seguir o nosso caminho,
  deixando o nosso próximo na sarjeta do abandono?

Enquanto Cristo aguarda uma resposta,
professemos publicamente a nossa fé no Cristo
que ainda hoje muitas vezes encontramos
abandonado e espoliado, ao longo de nosso caminho...

cantando :  à Seu nome é Jesus

                          Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa - 14.07.2013

SEU NOME É JESUS CRISTO


Seu nome é Jesus Cristo passa fome

E grita pela boca dos famintos

E a gente quando o vê passa adiante,
Às vezes pra chegar depressa à igreja.
Seu nome é Jesus Cristo e está sem casa

E dorme pelas beiras das calçadas

E a gente quando o vê aperta o passo
E diz que ele dormiu embriagado.

Entre nós está e não o conhecemos.
Entre nós está e nós o desprezamos (2 x)

Seu nome é Jesus Cristo e é analfabeto
E vive mendigando um subemprego.
E a gente quando o vê diz: "É um à toa,
Melhor que trabalhasse e não pedisse".
Seu nome é Jesus Cristo e está banido
Das rodas sociais e das igrejas
porque dele fizeram um rei potente,
Enquanto que ele vive com o pobre.

Seu nome é Jesus Cristo e está doente
E vive atrás das grades da cadeia.
E nós tão raramente vamos vê-lo,
Sabemos que ele é um marginal.
Seu nome é Jesus Cristo e anda sedento
Por um mundo de amor e de justiça,
Mas logo que contesta pela paz
A ordem o obriga a ser de guerra.

Seu nome é Jesus Cristo e é difamado
E vive nos imundos meretrícios,
Mas muitos o expulsam da cidade
Com medo de estender a mão a ele.
Seu nome é Jesus Cristo e é todo homem
Que vive neste mundo ou quer viver,
Pois pra ele não existem mais fronteiras,
Só quer fazer de nós todos irmãos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...