quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Homilia Dominical - 14 de setembro - 2014

 Pela Cruz vencerás

O Imperador Constantino, antes de uma importante batalha, viu no céu uma Cruz, com os dizeres:
"Por este sinal, vencerás".
Crendo nesse sinal, obteve uma grande vitória.

Na liturgia comemoramos hoje
a EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ...
Como pode a Igreja propor aos cristãos a exaltação
daquilo que foi o instrumento de tortura e morte de Jesus ?

O que se exalta na cruz não é a dor, mas a salvação, que ela trouxe.
Assim a cruz não é símbolo de morte,
mas símbolo de nossa redenção, símbolo de nossa fé cristã.
É a expressão suprema do amor de Deus por nós.

As Leituras são um convite a contemplar esse Deus crucificado
e a deixar-se envolver numa resposta de amor.…

A 1ª Leitura introduz o tema com o episódio da SERPENTE DE BRONZE levantada por Moisés no deserto. (Nm 21,4b-9)

- O Povo, em marcha pelo deserto, cansado da longa marcha e
enfastiado com um alimento sempre igual (o maná),
expressa o seu desagrado contra Deus e contra Moisés.
- Deus castiga os revoltosos com serpentes venenosas.
- Arrependidos, os israelitas pedem perdão. 
- Deus manda Moisés construir uma serpente de bronze e colocá-la num poste.  
  Os que dirigiam o olhar para ela ficavam salvos.

*  Deus usa o mesmo instrumento que causa morte para salvar a vida do Povo.
    Essa serpente é figura da CRUZ,
    em que CRISTO foi levantado para dar vida a todos.

A 2ª leitura é um Hino cristológico, que narra a história de Jesus.
Jesus, Filho de Deus, despojou-se da grandeza divina e
assumiu a condição humana:
"Esvaziou-se, humilhou-se, se fez obediente até a morte de CRUZ.
 Mas Deus o exaltou... tornando-o 'Senhor' do universo." (Fl 2,6-11)

* Exaltado na Cruz, Jesus é proclamado como o Senhor glorioso.

No Evangelho, João apresenta o mistério da Cruz, como exaltação,
como fonte de vida e salvação para a humanidade. (Jo 3,13-17)

Cristo interpreta o episódio da serpente de bronze.
Como a serpente erguida por Moisés no deserto, foi sinal de salvação,
assim Cristo levantado na cruz será Sinal de salvação
a todos os que nele crerem.


* A Cruz não é um amuleto que se carrega ao pescoço
para proteção nas doenças ou desventuras;
não é um símbolo colocado no cimo das montanhas
para mostrar a conquista do território,
ou nas casas para indicar a sacralidade do ambiente.
- É um Sinal: o ponto de referência dos que têm fé e
vêem nela a proposta de vida, feita por Cristo ressuscitado.

O olhar a Cristo crucificado nos revela o verdadeiro rosto de Deus
e nos convida a nos deixar envolver por seu amor.
Descobriremos que Deus não é forte e poderoso, mas frágil;
não é vencedor, mas derrotado; não é rico, mas despojado de tudo;
não é servido, mas servidor dos homens;
não faz o que quer, deixa que os homens façam dele o que querem.
É fraco, vencido, pobre, servo, humilhado... por amor...

+ E para nós, o que significa a Cruz ?    
   - Um amuleto para dar sorte ou afastar desgraças?
   - Uma jóia que carregamos ao pescoço?
   - Um enfeite que penduramos na parede fria de nossas casas?
   - Um monumento em lugar turístico?

+ DUAS SUGESTÕES:

1) FIXAR OS OLHOS NO CRUCIFICADO e orientar as nossas escolhas:
    Nessa semana, encontre um momento e um local adequado
     para permanecer sozinho, olhando para o crucificado...

- Os Acontecimentos dramáticos da Paixão e morte de Jesus na cruz,
  procure reviver em silêncio e na contemplação:
  Desprezado pelo povo, odiado pelos sacerdotes, calúnias, mentiras, acusações.
  * Tenho coragem de recordar as ofensas, os rancores
     por uma falta de compreensão, por uma palavra inoportuna?

- As Palavras: "Pai, perdoai-lhes, porque não sabem o que fazem".
                        "Ainda hoje estarás comigo no paraíso..."
  * Se abrirmos o coração, do crucificado brotará um clima de paz e
      uma necessidade de compreensão, de amor e de perdão.

- Vendo esse Cristo de Braços Abertos, posso continuar de braços cruzados,
   me omitindo diante das necessidades dos irmãos?

2) O SINAL DA CRUZ, que talvez aprendemos ainda no colo de nossa mãe:
Um gesto simples, em que traçamos uma cruz sobre nós, invocamos
a Trindade e consagramos nossa mente, nosso coração e nossas ações...

* Que tal nessa semana, fazê-lo consciente, com mais fé e amor?

Cristo venceu pelo caminho da Cruz e é também o caminho de nossa vitória.

   Canto: Vitória, tu reinarás, ó Cruz tu nos salvarás...


                                       Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa - 14.09.2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...