segunda-feira, 6 de agosto de 2012

sorria!

Só o Bem permanece para sempre

Pode ser um simples sorriso, mas dado com alegria e espontaneidade, pode fazer verdadeiros milagres para quem anda triste, abatido, desanimado e sem vontade de viver.  O sorriso, além de fazer um bem enorme para quem o recebe, renova aquele que o oferece espontaneamente. Para ficar carrancudo são necessários mais de sessenta músculos em ação, para sorrir, apenas dezesseis. Por isso, por medida de economia, sorria, fazendo a sua vida mais alegre e despertando mais vida naquele que o recebe.
Uma palavra amiga pode ser um gesto muito pequeno na aparência, mas pode reerguer o decaído, renovar o espírito de quem anda preocupado, por causa dos problemas da vida. Pode ser apenas uma frase, ou uma palavra, mas quando dita do fundo do coração, faz um bem que não tem dinheiro nenhum que possa pagar. Ouvir de um amigo algo como ‘conte sempre comigo’, levanta o astral e faz a vida respirar e acreditar que é possível continuar.
Sentar ao lado de quem está doente, e dar-lhe um conforto, fazer com ele uma oração, colocar sua vida nas mãos de Deus, pode curar tantas pessoas adoentadas pela falta de amor, de carinho e de sincera atenção.
Ligar para alguém simplesmente que lhe quer bem, que sentiu saudades, é com certeza um verdadeiro bálsamo para a alma. Num mundo onde as pessoas não tem tempo, porque andam sempre correndo atrás das coisas, dos afazeres, parar para lembrar de alguém e dizer-lhe o quanto lhe quer bem, é muito saudável e recomendável.
Um aperto de mão, um abraço, são gestos muito simples e até corriqueiros, mas podem levantar a pessoa decaída e destruída pelos sofrimentos da vida. Diz uma autora, que para vivermos bem, deveríamos dar pelo menos oito abraços por dia. Tem gente que esqueceu de dar um abraço, e quando saúda, parece um verdadeiro poste sem vida e sem nenhuma vibração. Precisamos ser mais humanos, mais gente, mais vibrantes, a fim de vivermos e não apenas passarmos por esse mundo.
Fazer o bem, sem olhar para quem, é um conforto para a alma. São Paulo vai dizer que existe muito mais alegria em dar do que receber. O egoísta jamais sentirá o verdadeiro prazer de viver. Ele está sempre preocupado com o eu em primeiro lugar, com os seus ganhos, com aquilo que lhe compensa, e jamais pensa no bem do outro. Esse, aparentemente vive bem, tem tudo o que quer e sonha, mas falta-lhe aquela alegria interior, aquela alegria cristã de fazer simplesmente sem esperar nada em troca.
Partilhar o seu tempo com o outro necessitado, deixando muitas vezes suas necessidades legitimas de lado, demonstra o seu desprendimento e sua abertura para o outro. Além do tempo, poder partilhar um pouco do que tem para quem tem menos ainda, faz a vida mais linda.
Ah, se os homens parassem para pensar na brevidade da vida, certamente fariam tantas coisas de modo diferente. Ah, se imaginassem que amanhã poderá ser o fim da sua existência, sorririam mais, fariam o bem e deixariam de ser tão mesquinhos, vazios, egoístas e gananciosos. Essa ganância destrói famílias, relacionamentos, afasta as pessoas do seu convívio e torna a vida tantas vezes insustentável.
Jesus passou pela vida passando o bem, e nos ensina como cristãos que a vida só tem sentido de verdade quando ajudamos os outros, quando saímos de nós mesmos, quando partilhamos e nos colocamos abertos às necessidades dos outros. Tudo passará somente o amor, ou seja, o bem que tivermos feito de modo espontâneo e gratuito, isso será eterno.
Ainda é tempo de mudar de vida, e começar a viver prá valer, párea não se arrepender mais tarde, quando não haverá mais tempo para mudar e ser diferente. A vida ainda está sorrindo para você. Faça o bem e você verá o quanto é bom viver.
Dr. Pe. André Marmilicz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...